28 de fev de 2018

Alguns motivos pra você assistir As Telefonistas

Foto / Reprodução

Hoje eu vim falar pra vocês de As Telefonistas (Las Chicas Del Cable), uma série que eu assisti por influência da Duane do blog Claramente Insana e que simplesmente não me permitiu fazer outra coisa a não ser assistir Netflix por alguns dias. Pra começo de conversa, preciso dizer que eu não gosto de assistir séries dubladas em português, eu sempre assisto legendado em português ou inglês com o áudio original, e quando descobri que a série era em espanhol já começou me dar um tirico tico por que é uma língua que eu simplesmente não consigo gostar de jeito nenhum, e é por isso que eu digo que a série é muito boa, por que eu amei tanto que nem liguei pro espanhol em todos os 50 minutos de cada episódio.

- Ficha Técnica -
Título: As Telefonistas (Las Chicas Del Cable)
Lançamento: 2017
Dirigido por: Carlos Sedes
Elenco: Ana Polvorosa, Blanca Suárez, Maggie Civantos, Nadia de Santiago, Ana Fernández, Martiño Rivas, Nico Romero e Sergio Mur
Temporadas: 2
Gênero: Drama
Origem: Espanha

A série se passa em Madri, na Espanha em 1920 e aborda a luta por igualdade de gênero e ações progressistas das mulheres naquele contexto histórico, momento em que estava acontecendo uma revolução no mundo das telecomunicações. Críticas em relação a série dizem que os criadores deslizaram no discurso e tornaram a mesma um novelão, e eu não poderia discordar mais, apesar de ter essa característica novelística e cheia de drama, a série reflete o discurso feminista daquela época, onde o papel da mulher na sociedade era ainda muito definido e principalmente guiado por homens, geralmente o pai ou marido, e só o fato de uma mulher decidir trabalhar ou não se casar já era por si só uma revolução. E não somente é mostrado isso mas também a questão da violência doméstica, a liberdade sexual feminina, a conquista do voto, entre outras questões que até hoje servem como pauta de luta feminista. Confira abaixo alguns motivos pelos quais você deve dar uma chance a essa série maravilhosa!

A série mostra a luta feminina dentro daquele contexto histórico 


O ideal feminino da época eram mulheres belas, recatadas e do lar porém além de nem todas terem a sorte de encontrarem homens que as valorizem o suficiente para que a existência assim seja aceitável, algumas mulheres simplesmente não nasceram pra seguir o padrão que apenas obedece o que é imposto. Com isso vemos nas quatro personagens principais (Marga, Lídia, Ángeles e Carlota) mulheres que querem mais do que é ofertado, mais liberdade pra exercerem um papel importante na sociedade, pra poderem viver sua liberdade sexual, pra não terem que se casarem com quem não querem, pra dar um basta em um relacionamento abusivo e pra serem independentes. É muito interessante ver como as primeiras mulheres "feministas" pensavam e ver que muitas delas não estavam lutando em prol de um movimento social e sim em prol das mulheres como um todo.

Percebemos que a luta das mulheres pode ter começado há muito tempo MAS ainda tem um longo percurso pela frente


Eu fico um pouco estressada (por dentro) quando alguém abre a boca pra dizer que o feminismo não fez nada pelas mulheres, bom talvez a palavra em si não tenha feito nada, ainda mais por que ela surgiu há pouco tempo, mas eu acho injusto desmerecer cada mulher que foi mal vista pela sociedade, que foi morta, que foi a frente do seu tempo para que nós, as mulheres modernas tivessem uns tantos direitos conquistados. A série mostra mulheres que passam por muitas coisas, desde a violência doméstica a estigmas sociais, e se formos parar pra pensar nada disso cessou e ainda são presentes no dias atuais, e é notável que ainda há muito pelo qual lutar e que devemos ser gratas por tudo o que já foi conquistado.

Sororidade


Nós devemos ser o suporte uma das outras, eu não devo esperar que um homem entenda o que eu enquanto mulher preciso já que só eu enquanto ser feminino consigo sentir e entender a minha real necessidade. É por isso que é muito importante falar a respeito dessa amizade e suporte que as personagens da série demonstram, principalmente pra mostrar que nós jamais conseguiremos nada se não nos unirmos e lutarmos pelos interesses umas das outras. É muito importante também que nós estejamos disponíveis pra outras mulheres, nem que seja pra ouvir  (sem julgar claro) e dar aquele abraço de confortar o coração e é claro, não agirmos de forma competitiva entre a gente ♥

Mostra o quanto é lindo ser uma mulher forte 


Não existe nada mais bonito do que mulher independente e empoderada, que toma pra si a responsabilidade de sua vida e não deixa nenhuma decisão na mão de terceiros. Que vai a luta pra conseguir aquilo que deseja, que não se vitimiza e foge do padrão que a sociedade constrói pra gente de frágeis princesas que precisam ser salvas. Nós não precisamos disso! Hoje em dia podemos ser o que quisermos, somos agentes ativos da nossa própria vida, só precisamos ir atrás de tudo com muita garra e aquela força misteriosa e linda que só as mulheres possuem.


A série possui duas temporadas disponíveis na Netflix contando com 8 episódios cada, a terceira temporada já foi confirmada e será lançada ainda neste ano de 2018. É uma série muito boa, e eu realmente recomendo pra vocês assistirem por que vale a pena, nos deixa felizes, tristes, ansiosos e aflitos tudo ao mesmo tempo, é um misto de emoções! As vezes o comportamento teimoso da Lídia incomoda um pouco mas dá pra relevar ♥

Gostaram da indicação de série de hoje? Já tinham ouvido falar de As Telefonistas? Para aqueles que já assistiram, vocês gostaram? Não saia sem comentar, vou adorar saber a sua opinião ♥ Quer sugerir um tema de post para este blog? É simples, basta clicar ali em cima na aba CONTATO e preencher o nosso formulário, vou adorar ler e atender a sua sugestão!

Beijo da Mana dos Pitacos 

Nenhum comentário:

Postar um comentário