5 coisas que aprendi com o feminismo


Faz alguns anos desde o meu primeiro contato com o movimento, confesso que em primeira mão eu não entendia a importância do feminismo pra vida das mulheres e só depois de algum tempo que eu passei a compreender que enquanto eu agia de modo alheio à forma como a sociedade julga e condiciona o comportamento feminino, existiam pessoas que não ficavam caladas perante determinadas atitudes e lutavam pra transformar a sociedade em algo muito melhor. Então se eu vou gozar dos direitos conquistados por que não me juntar a luta? Confira algumas coisinhas que aprendi nesses anos de reflexão e mudança de atitude...

O empoderamento na vida de uma mulher só acontece de fato a partir do momento em que ela se sente no dever de empoderar outras mulheres


Quando você conhece algo muito legal, que muda a sua vida de forma significativa, e essa coisa pode trazer benefício pra vida de outras pessoas sem ferir o benefício que traz pra sua vida, você faz o quê? Guarda pra você ou compartilha com o mundo inteiro? Eu sou daquelas que se sente no dever de dividir com todo mundo (a prova física desta minha característica é a existência deste blog por exemplo), a partir do momento em que eu entendi que eu tenho essa força incrível dentro de mim, que eu tenho direito a pensar e expressar aquilo que penso, que eu sou a principal validadora da minha existência e ações, que a minha beleza não deve se encaixar em padrões estabelecidos e ainda que todo e qualquer comportamento meu não é feito pra agradar o sexo oposto, quando eu entendi de fato tudo isso, eu passei a me sentir um pouco mais livre, e não tem como se sentir bem sem querer que outras mulheres se sintam da mesma forma, então o que eu puder fazer pra ajudar outras mulheres a compreenderem a si mesmas e se amarem mais, eu assim farei!

Não ter determinadas características não faz de mim menos bonita, ou menos especial


Existem muitas mulheres que sofrem de baixa auto-estima, eu já fui uma delas apesar de tentar na maioria do tempo não demonstrar. Com o tempo eu entendi que eu sou bonita, maravilhosa, perfeita do jeitinho que eu sou, não tem por que eu me sentir inferior do lado de outra mulher por ela possuir determinados atributos que eu não possuo. A sensação de se sentir segura de si é incrível, e uma vez que eu passei a me ver dessa forma, nada tira isso de mim.

Sororidade


Para aqueles que não sabem sororidade é o termo usado para designar a união e aliança entre mulheres, uma atitude baseada na empatia, companheirismo e principalmente no não julgamento prévio entre as próprias mulheres. Durante anos nós fomos condicionadas (sem perceber) a olharmos outras mulheres como inimigas, a julgar as coleguinhas por "n" motivos e o feminismo me ensinou a olhar de forma diferenciada todo e qualquer problema que outras mulheres enfrentam... Todos os dias eu tento reafirmar esse pacto comigo mesma, de ser melhor com outras mulheres, amá-las e não julgar independente do que quer que seja.

Ter orgulho de ser mulher


Tenho muito orgulho da mulher que eu me tornei, por ter força, por empoderar outras mulher, por me colocar na decisão de decidir o meu futuro... Muita gente fala erroneamente que nós estamos lutando para agirmos e sermos tratadas como homens, mas uma das principais coisas que eu aprendi durante estes anos de busca por informação é que uma vez que eu nasci mulher eu quero ser tratada como tal,  e isso inclui o respeito aos meus direitos, escolhas e individualidade. Equidade não quer dizer que um cara vai  bater no meu braço com força e me chamar de mano, que nós vamos passar a agir como "x" tipo de homem age, mas que não devemos ser julgadas pelas nossas escolhas, independente de quais sejam.

Existem muitos tipos de feminismo


Quando se fala em feminismo o que vem na cabeça da maioria da população (desinformada) é um monte de mulheres sem blusa, a maioria lésbicas, apoiando o aborto e dizendo que não precisam de homem pra nada MAS não é bem assim, todo e qualquer movimento/grupo social apesar de ter um determinado objetivo em comum tem suas ramificações, usando a religião pra exemplificar, dentro desse meio em questão existem pessoas de todos os tipos, os fanáticos, os radicais, aqueles que estão ali pra aparecer e nem se importam com nada, aqueles que seguem sem saber e aqueles que estão ali por que se identificam com as ideias mostradas e elas o ajudam a extrair o melhor de si... É muito fácil estereotipar e torcer o nariz quando se fala em feminismo mas talvez você não tenha se dado a chance de conhecer... E nós somos tão únicas que pra cada mulher existe um feminismo diferente, temos necessidades diferentes, então por que não se empoderar a sua maneira?

Gostaram do post de hoje? Acho que em breve farei uma parte dois, tem muitas outras coisas que eu queria falar MAS o post já está enorme por que eu falo demais Aderbaaaaalllll... O que vocês pensam a respeito do feminismo? Não esqueça de comentar, adoro saber a opinião de vocês ♥

 Beijos da Mana

Pin It
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário