Livro Tamanho 42 não é gorda | Meg Cabot

Foto / Reprodução

Confesso que Chik-Lits não são meu tipo favorito de livro, eu prefiro ler distopias, romances policiais e livros de fantasia/aventura MAS sempre que eu saio de uma sequência de livros desse tipo eu sempre gosto de fazer uma ou duas leituras mais leves pra quebrar um pouco o ritmo... Esses dias terminei dois livros - uma distopia e um de fantasia - então como estava procurando algo leve pra ler resolvi dar chance a algum livro da Meg Cabot, devido já ter ouvido falar muito bem dela nos grupos de leitura da vida. Foi uma leitura agradável, confesso que quando passei da metade do livro eu enlouqueci, lia até sentada no banheiro. Sabe o que é mais legal? É que eu descobri que esse livro faz parte de uma série chamada Mistérios de Heather Wells que contém cinco livros, ou seja, já que li um vou ter que ler todos, então aguardem que vai bastante resenha da Meg Cabot por aqui... Vamos conferir o post de hoje?

- Fica Técnica - 
Título: Tamanho 42 não é gorda (Mistérios de Heather Wells 1)
Lançamento: 2006
Autor: Meg Cabot
Editora: Record
Gênero: Romance, Ficção
Páginas: 411
Status: Lido em pdf

Sinopse: Heather Wells está no fundo do poço: perdeu seu namorado, nenhuma gravadora se interessa por suas músicas, ganhou peso e só entra em roupas tamanho 42, o pai está atrás das grades e a mãe fugiu para Buenos Aires com suas economias - e seu agente! Mas, aos poucos, as coisas parecem que vão se ajustar. Ela consegue um novo emprego como inspetora em uma faculdade de Nova York e está feliz com seu novo manequim. Mesmo sem o glamour e glória dos dias de ídolo teen, tudo parece ter melhorado. Ou será que ela está enganada? De uma hora para outra, uma estudante morre misteriosamente no poço do elevador do campus. Os policiais e a diretoria estão prontos para declarar a morte como acidente, mas Heather conhece os adolescentes, e meninas não brincam com elevadores. Ainda que ninguém esteja muito interessado em ouvir suas suposições - mesmo depois que outras estudantes aparecem mortas de maneiras igualmente corriqueiras e sutilmente sinistras - Heather decide entrar numa enlouquecida caçada para descobrir a verdade. À primeira vista, a vida de detetive pode parecer uma irresistível aventura, com altas doses de adrenalina, mas a realidade é potencialmente perigosa. Alguns riscos podem ser fatais e nada é capaz de irritar mais um assassino do que uma ex-estrela pop corpulenta enfiando o nariz onde não é chamada...

Tamanho 42 não é gorda é um romance policial, mas ao mesmo tempo é um chik-lit (livro de mulherzinha), e fica muito evidente pois apesar da trama ser séria, com assassinatos acontecendo, ela está envolvida num universo onde há todo esse drama com relação ao seu relacionamento antigo e o homem por quem ela está apaixonada atualmente (irmão do ex namorado dela e com quem divide o apartamento), e ainda, pensamentos conflitantes sobre a auto-aceitação do próprio corpo, que mudou nos últimos tempos para um manequim 42. Achei bem interessante essa temática apesar de que fica um pouco desconexo e até cômico no meio do enredo.

Os personagens em si não são complexos ou bem construídos, temos informações básicas a respeito deles, o que deixa algumas pontas soltas mas nada que incomode, Heather Wells parece que caiu de cabeça na história, tornando a trama em si um tanto quanto desastrada, afinal quem em sã consciência investigaria casos de assassinato por conta própria? Acho que a principal motivação seja o fato de Cooper (o crush dela) ser detetive e ela querer provar pra ele que ela pode fazer algo mais interessante do que ser apenas uma cantora que chegou ao fundo do poço e que agora leva uma vida normal, o que pra mim não é motivação suficiente, chega a ser irritante o quanto ela quer ser notada, mas sabe o que é mais engraçado? É que você acaba torcendo para os dois ficarem juntos!

O final é definitivamente impressionante, não há como prever quem é o assassino antes que a própria história te conte, tente e falhe miseravelmente, é a última pessoa que você imaginaria. Vou ler os outros livros, acho que terei uma melhor opinião a respeito da personagem após isso, afinal não tem nada melhor do que uma série de livros pra fazer você conhecer um personagem a fundo. Recomendo principalmente para mulheres, principalmente aquelas que gostam de leituras leves, acho que raramente alguém que não está nesses dois grupos vai aprovar o livro em questão, mas uma coisa é certa, você vai se divertir bastante com os pensamentos da Heather e com as situações malucas em que ela se coloca.

Gostaram da resenha de hoje? Já leram esse livro? Leriam se tivessem oportunidade? Não esqueça de comentar, adoro saber a opinião de vocês! Quer sugerir um post para este blog? É simples! Basta comentar na aba CONTATO na barra ali em cima e preencher o formulário, adorarei ler as sugestões de vocês e atender aos pedidos ♥

Beijos da Mana 

Pin It
4

4 comentários:

  1. Oi, mana <3
    Então, eu tentei ler esse livro há aaaanos atrás e não consegui justamente porque achei a Heather meio sem noção HAHAH. Mas depois tentei de novo e AMEI, foi a mesma coisa que você, não parava por quase nada nesse mundão de meu Deus. Confesso que achei que a qualidade da trama vai caindo conforme os livros vão passando, mas esse primeiro realmente é mara. Já quero resenhas dos outros, hem?
    Beijos!

    claramenteinsana.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. aaaaaaaaaaa decepcionadissima nao me fala um negoço desses que eu ja tava aqui super confiante... Mas vou lá dar uma de são jorge e encarar essa deccepção ♥

      Excluir
  2. Também não é meu estilo de leitura preferido, mas até que fiquei curiosa com o livro! Quero saber quem é o assassino. xD

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mana tu vai ficar chocada quando descobrir ♥ O final é louco... espero muito que leia e goste!!
      Muita obrigada pela visitinha :)

      Excluir