TOP 5 | Músicas - Girl Power - que vão contra a ditadura da beleza

Mais uns hinos pra gente adicionar na nossa harpa feminista irmãs, bora cantar?



De uns tempos pra cá eu ando revoltadíssima com várias coisas, além do machismo e o preconceito com o que quer que seja, descobri também que eu desenvolvi uma aversão a discursos que preguem qualquer tipo de padrão de beleza, cabelos "perfeitos", peles "perfeitas", corpos "perfeitos", maquiagem "perfeita", que só ressaltam pra gente que não estamos e não somos boas o suficiente e com isso nós mulheres acabamos por tentar e tentar e nunca atingir esses padrões de vida e beleza inatingíveis, é sério, nem todo mundo tem maturidade pra perceber que algumas coisas não são saudáveis e com isso temos uma sociedade de mulheres que olham ao redor e se sentem inferiores por que a amiga do lado tem x característica que ela não possui.

E isso é só o topo do iceberg, a sociedade em si exige muito de nós mulheres, se você é "bonita" você tem muito mais direito que a luz brilhe em cima de você do que a coleguinha do lado que não possui as características que a sociedade julga como "importantes", a aparência importa pra conseguir um trabalho bom, pra conseguir um marido decente, define que tipo de pessoa vai andar com você e o quão grande você pode sonhar, o que é bem injusto na minha concepção! Mas o que mais me deixa chateada é que nós mulheres já passamos aceitar isso como normalidade e por vezes nos achamos no direito de julgar o valor de outras mulheres pela aparência e isso é horrível. Uma vez que eu entendi que o meu potencial deve falar muito mais alto do que a minha aparência, eu me vejo na obrigação de fazer com que outras mulheres se sintam assim, únicas, especiais e principalmente poderosas independente de quais características sejam dotadas.

MAS vamos parar de enrolação e enfim conhecer essas cinco músicas maravilhosas que eu separei com muito carinho pra fazer vocês refletirem sobre todo esse assunto, e principalmente desconstruir e tirar das nossas mentes qualquer coisa que nos faça não perceber o quanto somos incríveis simplesmente por termos nascido... Bora cantar?

1




Essa música da Jessie J eu conheci em uma madrugada e fiquei muito emocionada com a mensagem que ela passa, fala do quanto tentamos arduamente nos colocarmos dentro de um padrão e acabamos nos perdendo no meio do caminho. Eu amo quando ela fala que devemos ser verdadeiros com quem a gente é, o que nem sempre é uma tarefa fácil, mas quando a gente entende a importância de fazer com que seja assim, toda a nossa existência muda.

Escovando meu cabelo eu pareço perfeita? Eu esqueci o que fazer para me encaixar nos moldes, quanto mais eu tento menos eu consigo, por que tudo dentro de mim grita: não, não, não, não, não! Não perca quem você é no borrão das estrelas...

2




Eu definitivamente já passei por muita coisa na minha vida e cada vez que eu escuto essa música me dá vontade de chorar por que pra ser quem eu sou, pra me aceitar, foi um longo e doloroso processo, e eu queria que as pessoas entendessem que a vida é muito mais do que aparência antes de se colocarem em situações ruins e de sofrimento. E a música fala exatamente sobre isso, que deveríamos saber o nosso valor, que devemos entender que somos lindas do jeito que somos.

Ela tem sonhos de ser invejada, então ela está morrendo de fome. Você sabe, garotas de revista não comem nada! Ela diz: Beleza é dor e há beleza em tudo, o que é um pouco de fome? Eu poderia ir mais além... Ela definha até a morte e não percebe que é perfeita, não percebe que ela vale a pena e que a beleza vai muito além da superfície.

3




O que falar desse hino da rainha Bey? Só quem já exigiu muito de si com relação a aparência sabe o quanto a beleza dói, processos químicos em salões de beleza, dietas loucas, roupas e sapatos desconfortáveis, e no final não se sentir segura de si o suficiente, tudo isso machuca muito... Quando a gente se vê livre de tudo isso a gente percebe que o problema não era de fato na aparência, mas sim no interior!

Cabelo loiro, seios achatados, a TV diz que quanto maiores forem melhor. Um drink South Beach sem açúcar, a Vogue diz que quanto mais magra melhor [...] a beleza dói [...] você tenta se consertar de todas as formas, mas você não pode consertar aquilo que você não pode ver, afinal é a alma que necessita de cirurgia.

4




Pra fazer um musicão desses com esse clipe maravilhoso só pode que a Colbie Cailat é algum anjo que mora na terra por que não é possível um ser humano ser tão iluminado e cheio de energia positiva assim... O clipe por si só já é de uma lição incrível, são raras as artistas que se mostram tão abertamente sem maquiagem e em entrevista ela declarou que estava se sentindo muito pressionada pra ser algo que ela não era, tanto musicalmente quanto na aparência e por isso escreveu a letra da música em questão... No momento da gravação do vídeo clipe ela pensava a todo momento que as pessoas no estúdio estivessem olhando para os seus defeitos, que ela deveria encobri-los para se sentir melhor, mas no final ficou muito feliz por estar em frente as câmeras sem nada, gostou tanto que quando colocaram toda a maquiagem e arrumaram o cabelo dela, ela sentiu que tudo aquilo era grosseiro... Um amor não é? E é isso que acaba acontecendo com muitas mulheres, nos acostumamos tanto a cobrir quem somos com maquiagem que acabamos por aceitar que o nosso rosto natural é defeituoso e precisa ser corrigido o tempo inteiro, o que não é bem assim, não precisamos nos enfeitar com tudo o que temos na penteadeira pra nos sentirmos bonitas, não temos que nos tornar reféns da maquiagem e chapinha, não há nada de errado em usar MAS temos que amar também aquilo que a gente enxerga no espelho após tirar todos os enfeites.

Fique bem sexy, não seja tímida menina, mostre mais. Não é isso que você quer? Fazer parte de algo, fazer com que gostem de você... Mas você gosta de você? Você não precisa se esforçar tanto, você não precisa dar tudo de si [...] você não precisa mudar nada.

5




E por último, mas não menos importante, a música que me inspirou a fazer essa lista... E com ela reflexão: Por que a gente muda coisas na gente pra agradar o outro? Mulheres pintam o cabelo, se matam em academias, trocam o guarda roupa inteiro para que alguém as note e as ame, e sinceramente a quantidade de sacrifícios que muita mulher faz pra ser amada me assusta muito, e se o relacionamento acabar? Terá tanto sacrifício valido a pena? Eu sempre falo que quanto mais alguém tenta mudar coisas na gente, significa que não estamos sendo o suficiente, e Deus me dibre de querer mudar tudo o que eu sou por um relacionamento, se eu não sou o bastante mas antes ficar sozinha e deixar o outro procurar alguém que atenda suas expectativas do que me colocar em posição de alguém que é fantoche das vontades do parceiro, relações assim não são saudáveis.

Não seja dramática, é só uma plástica, ninguém vai te amar se você não for atraente. Mas me diga senhora cabeça de batata, é verdade que a dor é beleza? Um novo rosto vem com garantia? Um rosto bonito vai te tornar melhor? 

Pra finalizar só queria dizer que eu estou muito orgulhosa deste post! Gostaram dos vídeo clipes / músicas que indiquei? O que acharam do tema? Já passaram por alguma situação onde sofreram de alguma forma com a ditadura da beleza? Não esqueça de comentar, adoro saber a opinião de vocês!

Beijos da Mana

Pin It
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário