Qual é o momento certo de dizer adeus?

Foto / Reprodução

Este não é um texto sobre términos de namoro, quero deixar isso bem claro desde o começo por quê quando se fala em terminar algo essa é a primeira coisa que vem na cabeça das pessoas, existem muitas outras coisas que são mais difíceis de se dizer adeus, afinal não há quem não comece sonhar com algo que não espere que aquilo de fato se realize, ou quem comece uma carreira e não espere ser bem sucedido e realizado, e até quem comece uma amizade e não espere que aqueles bons primeiros meses com aquele amigo que enfim você encontrou durem pra sempre... Somos seres humanos e é mais comum do que imaginamos alimentarmos expectativas sobre o futuro, sobre o mundo ao nosso redor e sobre o outro.

Por acharmos que muita coisa chegou de fato pra ficar em nossas vidas, a menos que venhamos tomar uma atitude de mudança, acabamos por acumular sonhos que nem temos mais vontade de realizar mas mantemos lá, dentro da gente, por pura teimosia; Acumulamos amigos que não nos fazem crescer, que não aquecem a nossa alma nem por pena quando passamos por algo difícil; Acumulamos sentimentos ruins por que é mais fácil acomodar-se nas migalhas de amor do que enfrentar o desconhecido; Acumulamos até  roupas que não transmitem mais quem somos ao mundo, tudo por que é muito difícil desapegar, deixar as coisas irem embora, dar adeus aos excessos e retirarmos das nossas vidas tudo aquilo que já conhecemos, que já chamamos de nosso, por mais ruim que seja. Temos sempre o medo de tirarmos tudo o que chamamos de alicerce e venhamos por fim ficarmos sem chão, sozinhos.

Despedidas são definitivamente difíceis, por mais que a gente se prepare por semanas, meses, e por vezes até venhamos adiar por não nos sentirmos preparados pra deixar algumas coisas partirem, no momento em que chegarmos a conclusão de que é o momento certo ainda assim temos uma grande chance de acabar sofrendo pelo que deixamos pra trás, por que só podemos avaliar a dor da perda a partir do momento em que passamos por ela, por isso o ato de despedir-se é tão complicado, por que não conseguimos mensurar quanto de nós o outro lavará consigo, e o quanto a falta do que quer que seja será sentida. Não sei precisar o momento certo de dizer adeus mas ele é inevitável para que a nossa alma fique mais leve, para que nos transformemos no melhor que possamos ser e para nos abrirmos as possibilidades que batem na nossa porta todos os dias, mas que não enxergamos sem antes derrubar todos os muros que nos impedem de enxergar do outro lado.

Temos que ter em mente que pra cada coisa que abrimos mão, pelo menos uma coisa nos é dada de volta. Para cada ex amigo, há um outro amigo que surge pra nos acompanhar que talvez tenha estado ali a espreita por muito tempo e por estarmos focados em ganhar a atenção das pessoas erradas, acabamos por não percebê-lo. Pra cada amor que deixamos partir aprendemos a nos amar mais, a compreendermos que nascemos completos e que precisamos apenas de alguém que nos transborde. Pra cada sonho não realizado que abrimos mão aprendemos que não podemos ter tudo mas recebemos mais uma vez da vida a chance de sonhar novos sonhos. E para cada caminho que deixamos pra trás mais estradas se abrem para que possamos andar. Por isso dê adeus, se despeça e desista sempre que se tornar necessário, sempre que o mundo que você criou pra si não esteja mais te correspondendo da forma como você acha que merece, afinal a vida é muito curta pra gastarmos com amores/amizades que não trazem emoção, estradas que não levam a lugar algum e sonhos que não trazem esperança pra alma da gente!

Beijos da Mana

Pin It
2

2 comentários:

  1. ai mana que texto <3 só posso te dizer que obrigada <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu que agradeço por vir aqui e deixar esse monte de comentário lindo ♥

      Excluir