Livro Contos para uma noite de insônia | Girotto Brito


É com enorme prazer que enfim damos início ao nosso quadro de resenhas literárias e é com grande honra que começamos com uma obra que não apenas foi escrita por um bragantino de coração como também muitos dos contos tem por ambiente a nossa querida e amada região bragantina, o que pra mim torna o resultado maravilhoso pois como vivo aqui desde o dia em que nasci, ao ler os contos me deparei imaginando eles de fato acontecendo, os personagens andando nas ruas que eu piso todos os dias e as expressões do povo bragantino mediante os acontecimentos, e essa nem é a melhor parte, por conhecer o autor, sempre que releio os contos é como se o próprio Girotto estivesse me contando as histórias presencialmente. Contos para uma noite de insônia é o primeiro livro de contos de Girotto Brito e apresenta um incrível bom gosto desde as referências a estética da obra.

- Ficha Técnica - 
Título: Contos para uma noite de insônia
Lançamento: 2016
Autor: Girotto Brito
Editora: Literacidade
Gênero: Suspense
Páginas: 107

Contracapa por Rafael Soares: De um modo geral, a obra é um grande laboratório do suspense. Há o suspense psicológico, sobrenatural, policial, fantástico e até de ficção científica. [...] 'Contos para uma noite de insônia' contém 15 contos de suspense buscando a mais ampla variedade dentro do gênero, o que é a sua maior qualidade. O leitor é levado a seguir a mais ampla variedade de trilhas para o suspense que conheço, algumas sem saída, outras com muitas possibilidades, algumas com caminhos latentes prontos para serem seguidos se descobertos.
Sobre o Autor: Nasceu em Marília, São Paulo, em 1985, mas desde 2008 reside na cidade de Bragança, no interior do Pará. Atualmente, atua como professor, escritor e designer editorial, e é autor dos livros "Ambrosia: sementes líricas" e "Os três lados da moeda: vida e morte em poesia", o qual foi premiado em 3º lugar no Prêmio Literacidade de Poesia 2015. Também é co-autor em diversas antologias de contos e poemas.

Começamos pelo menos importante, que com toda certeza importa muito, os aspectos estéticos! O livro tem uma capa interessante que remete a um dos contos e é claro uma paisagem sombria e misteriosa pra combinar com o conteúdo do livro. As ilustrações foram todas feitas pelo Bruno Lisboa, que aliás manda muito bem nos desenhos e tem uma imaginação incrível que soube dar forma as principais cenas da maioria dos contos. O livro esteticamente falando é uma obra de arte por si só pois a sensação que dá ao abrir e folhear é que tudo foi minuciosamente pensado, desde o papel que não é tão branco nem tão amarelado, a textura e grossura do mesmo, bem como cada título que carrega uma ilustração própria, muitos autores pouco se preocupam com esses aspectos mas definitivamente eles fazem toda a diferença para aqueles que muitos mais do que ler, gostam de colecionar livros.


Como já citado, o livro contém 15 contos, dos quais separei 5 pra falar a respeito, pois foram os que mais me chamaram atenção:

Cães da Madrugada - Cães agitados, a chuva que não para e um desconhecido que não se intimida e tenta com todas as forças entrar na casa de um homem, provavelmente para matá-lo. Uma vida segura muda em apenas algumas horas, quando conseguiu fugir da casa que não chamaria mais de sua a partir daquele dia, ao olhar pra trás uma última vez, viu o homem que tentava matá-lo arrastando pela coleira os corpos dos seus cães, mortos.

Linhas e Anzóis - Assassinatos começam acontecer na cidade, pessoas são mortas e seus corpos são amarrados a árvores com linhas de pesca, rapidamente um apelido é dado ao assassino, o pescador. Como se não bastasse, Xavier, o delegado da cidade, recebera uma caixa com um bilhete que não deixava dúvidas de que fora enviado pelo próprio assassino. Crimes com um único suspeito, mas acima de tudo, sem solução.

Quilômetro 171 - Um homem encontra uma mulher em uma estrada, ela por fim veio a falecer, vítima de envenenamento e é claro deixando Charles, o professor que a encontrou como o principal suspeito do caso, ele por fim é deixado em paz devido não terem provas para incriminá-lo. Mas essa não seria a única marca que a mulher desconhecida deixaria em sua vida, ela dias depois o faria cair também na mesma cilada.

O Camaleão da Rua Augusta - Um bilhete de alguém que ele não via há muito tempo. Uma surpresa sobre essa pessoa, ele, um amigo do passado na verdade se tornara um matador de aluguel e havia sido contratado para matar a esposa do amigo. Uma decisão difícil para o matador mas este optara por abrir mão da sua própria vida. Foi então que o marido resolveu tomar uma difícil decisão...

Estou Aqui - Acontecimentos durante uma madrugada mudariam a vida do protagonista pra sempre. Um gosto adocicado na boca, mãos que tateavam o escuro e não encontravam a mobília que há algumas horas estava ali intocada nos cômodos da casa, uma possessão que acontecia dentro dele(a), era seu corpo mas não tinha mais controle sobre ele. Na manhã seguinte o sentimento de que tudo não passara de um pesadelo, até que ele olhou no espelho.


Os contos acima definitivamente captaram a minha atenção e por isso resolvi fazer meio que uma sinopse de cada um, também como forma de despertar a curiosidade de vocês pra cada um deles. Apesar desses terem sido os meus favoritos os outros não são menos interessantes e é bem notável a influência de outras obras nos contos "A Invasão das Máquinas" que me lembrou bastante a obra literária Guerra dos Mundos, "O Pastor Alemão" que com toda certeza teve como influência a obra de Edgar Alan Poe e o conto "Maníaco do Cereja" que vem com uma referência interessante que é o filme Perfume: A história de um assassino. O autor se muniu do melhor das referências para escrever os contos que escreveu e o resultado foi ao meu ver muito satisfatório. Segue abaixo a lista com os links do autor e obra caso queiram adquirir ou falar com o escritor.

Link de Compra: www
Página Oficial: www
Perfil do Escritor: www
Leia + : www

Eu super recomendo Contos para uma noite de insônia e estou planejando adquirir mais obras de autores paraenses como forma de incentivar a cultura literária do estado. O que acharam da nossa resenha de hoje? Leriam esse livro? Não deixe de comentar, adoro saber a opinião de vocês!

Beijos da Mana

Pin It
0

Nenhum comentário:

Postar um comentário